sábado, 5 de julho de 2008

Relação Ciência e Tecnologia

Matéria recente que passou no programa "Fantástico" mostrou a superação de um filho. No hospital, os médicos avisaram que o novo herdeiro da família estava em estado vegetativo, pois ele não podia falar, se movimentar, diziam que ele não servia para nada e o melhor seria pôr o filho numa clínica ou num abrigo. Mas o pai não deu bola para o que os idiotas falavam e foi em frente. A tecnologia junto com a ciência ajudou e muito, pois agora ele podia se comunicar através do computador, formando as palavras e revelando seus sentimentos. Algumas vezes, o pai pedia às outras pessoas para contar uma piada, ao terminar ele sorria sem nenhum problema. O filho superou todas as dificuldades e se formou na faculdade assim como os demais alunos. O pai decidiu então levar o filho que têm deficiências às competições que avaliavam a capacidade física dos atletas, se eu não me engano, o "Iron man", uma espécie de "triatlon". O pai fazia de tudo para estar ao lado do filho nas disputas. Na água, ele improvisou uma espécie de bote, o pai nadava e levava o companheiro. No ciclismo, transformou a bicicleta e o filho vai na garupa da magrela, são 50 quilos a mais que dos concorrentes, mas isso é o que menos importa. Na corrida, maratona, o pai ia empurrando o filho num carrinho.
E assim, durante várias edições do evento eles nunca abandonaram! Tamanha a superação, um exemplo de vida a ser seguido!! A cada corrida, o filho revelava: "Cada vez que eu participo dessas competições, sinto com que a deficiência desaparecesse". O pai também se superou, com aquela idade, muitos já teriam pedido a aposentadoria, mas ele não. Fez um esforço, aprendeu a nadar, a estar em condições apropriadas para terminar a corrida.
Toda essa história incentiva as pessoas, tanto que um cara ao ver o exemplo de persistência e esforço, entrou na dança e passou a participar do "Iron man".
Sem dúvida, um exemplo de ESFORÇO, PERSISTÊNCIA E SUPERAÇÃO.


video


De acordo com o texto dado como exemplo, eu acho que as próteses não dão vantagem sobre os demais atletas e o atleta que corre com o auxílio delas realmente é um exemplo a todos. Tanto que as pesquisas feitas comprovam isso.
É claro que essas pesquisas não devem parar. Como diz o texto: "No futuro, os atletas Paraolímpicos serão mais rápidos dos que os atletas dos Jogos Olímpicos". Portanto deve ter um certo limite.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Como é Dura essa Tecnologia

Celular, eis a mania da garotada, às vezes é fácil você se apertar. Ver uma foto, tirá-la, graças a ampla variedade de aparelhos não deve ser muito fácil lidar com todos sem pedir uma ajuda ou um auxílio.
No Banco!!!! Eita, uma situação que já me aconteceu, foi com o aparelho que serve para você tirar ticket da senha, para o atendimento. Foi muito engraçado, pois o esquema é por Touchscreen. E tocava na tela e nada acontecia, aí você começa a fazer mais força e nada resolve! Chamei a atendente do banco e na primeira tentativa, nada! Ela tocou delicadamente outra vez, aí deu certo! Depois, uma outra hora já sabia como fazer e não me bati tanto.
A moda da época: MP3. Uma revolução. Comprei o aparelho pequeno dos paraguaio e ao chegar em casa: "Mas que joça, esse troço não funciona. E virava o botão para a direita e esquerda e não conseguia escutar uma única música. Aí ao chegar à Escola, descobri que tinha que apertar o botão, para acessar o resto, eita! Ele tem três funções e eu não sabia, ê tosqueira!

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Atividades - Educación Fisica

1, 2, 3 ...

...começou! huahuahua

O Basquetebol como esporte evoluiu muito de 1891 até a atualidade.
O material esportivo foi revolucionado, a bola (protagonista da modalidade) ficou mais apropriada para o jogo (graças a evolução da tecnologia na fabricação, na adoção de materiais melhores), as roupas dos atletas dão maior conforto e ajudam no próprio desempenho em quadra, os calçados tiveram mais atenção na hora da renovação, pois interfere mais na hora da partida no salto do jogador, nos passes, nas jogadas.
O próprio ambiente, a quadra, ganhou uma nova composição em termos do material impregnado no piso, etc. A adoção de linhas que têm suas finalidade, algo como o "garrafão", em que os oponentes não podem ultrapassar num lance direto, de 3 pontos, as cores. O próprio cesto mudou de lá para cá, o seu tamanho, a adoção das redes que deixam mais clara a marcação de pontos, a altura da cesta de basquete.
As regras no basquete mudaram muito, a marcação dos pontos que depende da onde o jogador efetuou o arremesso (mais longe, mais pontos), ou seja, não pode andar com a bola por um tempo sem quicá-la no chão, não pode quicar a bola segurando-a e continuar quicando, pois há necessidade de passá-la ou tentar um arremesso. O número de jogadores em quadra, o árbitro, tudo mudou. As faltas, não pode efetuar mais que cinco faltas, se não o jogador terá que ser substituído e não poderá voltar para o jogo. Etc.
A mídia! Não podemos nos esquecer dela. A liga de basquete americano (NBA) famosa pelos times como Chicago Bulls, L.A. Lakers, Denver Nuggets, Boston Celtics, etc. Todos, times que compostos de jogadores habilidosos, milionários, que fazem muito sucesso com o público. A cobertura da mídia é ampla, vemos na televisão todas as informações, quem ganhou, quem perdeu. Até mesmo os jogos da seleção brasileira que participa de campeonatos, pré-olimpíadas, olimpíadas, etc.